sábado, 14 de março de 2015

Quando escrevi o artigo “Guerra Civil no Brasil?“, fiz a seguinte afirmativa:

“Não existe nação evoluída que não tenha passado por agruras; uma guerra interna, externa ou grandes desastres, com perdas patrimoniais e de vidas humanas.“

Podemos dizer que tal guerra foi declarada pelo apedeuta, na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), com a sua afirmativa: ”... quando o Stédile colocar o exército dele nas ruas...”, ameaçando o povo brasileiro, para não se opor ao pt.

Agora estou aguardando a Polícia Federal prender o ex-presidente, por incitar conflito, da mesma forma que prendeu dois moradores do município de Luciara distante 1.180 km de Cuiabá, em 24 de setembro de 2013, por suspeita de estarem incitando a população a realizar protestos de forma violenta contra a criação de uma reserva de desenvolvimento sustentável no município.

Aguardo também o Ministério Público abrir processo contra o apedeuta, pelo motivo acima, e também para explicar a formação de uma MILÍCIA, QUE CHAMOU DE EXÉRCITO DO STÉLIDE.

Sabemos que nada disso irá acontecer, o que é desesperador para qualquer republicano e democrata.

O pt está usando a tática de Hitler com as SA (Sturmabteilung - Destacamento Tempestade), com a qual intimidava quem era contra o seu partido, ou seja, mesmo sendo minoria, Hitler, usando a intimidação, se tornou hegemônico.

A ROUBALHEIRA, que o pt usa, para se perpetuar no poder é de tal monta que o mundo fica estarrecido, conforme pode ser lido em jornais e revistas estrangeiras.

Se o cidadão prestar atenção poderá verificar que já não estamos numa democracia, pois as violências contra o cidadão são cada vez mais claras e temos um executivo que mente e engana o brasileiro em praticamente todas as situações, como vimos durante a campanha eleitoral.

Sabemos que a grande maioria dos brasileiros está revoltada, mas acuada e sem saber o que fazer. Fala-se muito em intervenção militar, mas ela somente ocorrerá se houver outra “MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS PELA LIBERDADE”, com efetivo representativo, como em 1964.

Penso que as instituições do Legislativo e Executivo já demonstram inoperância, e como o Judiciário não tomou a iniciativa de intervenção, fica a responsabilidade, segundo o Art 142 da Constituição, com as Forças Armadas (FFAA). Esta é minha opinião, que não necessariamente será a dos Comandantes das FFAA.

Nossa esperança está no CLUBE MILITAR (CM), Instituição com credibilidade em todo território Nacional, e possuidora de condições de organizar ações contra os desmandos ocorridos no Brasil.

O Presidente do CM, Gen Pimentel, já sinalizou apoio para reunir os diversos Grupos que labutam no sentido de Moralidade e Democracia.

Neste mês vemos o Clube Militar na “CAMPANHA PELA MORALIDADE NACIONAL”.

Tenho certeza de que o Clube Militar, bom administrador que é irá Planejar, Organizar, Comandar e Controlar ações necessárias para SALVAR O BRASIL.


Fonte: AlertaTotal

0 comentários:

Postar um comentário

Mais lidas Todo blog