segunda-feira, 3 de março de 2014

Encontramos em diversos sites mais dados interessantes — e macabros, como não? — relacionados com causas de morte bem incomuns e as respectivas probabilidades de que alguém se torne uma das vítimas. É possível que algumas das estatísticas não passem de lendas urbanas, mas não custa nada dar uma olhadinha e se prevenir, não é mesmo? Confira:



1 – Atingido por um coco

Probabilidade: 1 em 250 milhões
Esta aqui pode ser uma das lendas urbanas que mencionamos, mas, se você costuma ficar na sombra de coqueiros, é melhor começar a tomar mais cuidado ou usar um capacete. As supostas estatísticas apontam que cerca de 150 pessoas morrem todos os anos por terem seus “cocos” rachados. Existe até um cálculo sobre a velocidade que esses frutos podem alcançar quando caem das árvores: cerca de 80 quilômetros por hora!

2 – Em um acidente nuclear

Probabilidade: 1 em 10 milhões
Por sorte, esses acidentes são bem raros! Contudo, só para você ter uma ideia, o desastre de Chernobyl, ocorrido 1986, afetou a vida de milhões de pessoas. Até hoje se debate sobre o número total de vítimas — um levantamento da ONU previu que 4 mil indivíduos morreriam em decorrência da radiação, enquanto o Greenpeace estimou esse número em 93 mil —, mas a cifra divulgada oficialmente de pessoas que morreram no acidente é de 31 pessoas.

3 – Em um ataque terrorista

Probabilidade: 1 em 9,3 milhões
Por sorte — por assim dizer —, esta causa de morte depende muito do país no qual você mora ou escolhe como destino turístico. Contudo, só no ano de 2008 foram registrados 273 ataques terroristas significativos no mundo, resultando na morte de um total de 3.500 pessoas.

4 – Por ser canhoto

Probabilidade: 1 em 4,4 milhões
Apesar de os números acima não terem sido comprovados ainda — portanto, eles podem se tratar de mais uma lenda urbana —, nem por isso esta causa de morte deixa de ser menos surpreendente. Estima-se que aproximadamente 2 mil canhotos morrem todos os anos devido a acidentes com equipamentos criados para destros, e as serras elétricas aparecem como o item mais mortal da lista.

5 – Picado por uma cobra

Probabilidade: 1 em 3,5 milhões
Aproximadamente 400 das cerca de 3 mil espécies de cobras que existem no mundo são peçonhentas. Elas são responsáveis por um número estimado em 5 milhões de picadas todos os anos, e algo por volta de 125 mil pessoas morrem por causa delas. E, só para sanar a sua curiosidade, a Índia é o país com o maior número de vítimas anuais, que giram em torno de 10 a 12 mil pessoas.

6 – Atingido por um raio

Probabilidade: 1 em 1 milhão
Existem pesquisas que apontam que a probabilidade de morrer atingido por um raio pode ser um pouco diferente do que a mencionada acima, girando em torno de 1 em 750 mil. Contudo, se considerarmos que só nos EUA em média 50 pessoas morrem dessa forma por ano, enquanto 54 morrem por ataques de abelha e 65 devido a mordidas de mamíferos, talvez seja mais seguro tomar banhos de chuva do que fazer piqueniques em parques.

7 – Afogado na banheira

Probabilidade: 1 em 685 mil
Eis uma causa de morte cuja probabilidade de alguém ser vítima é um pouco mais alta. Segundo as estimativas, mais pessoas morrem afogadas em suas banheiras do que em piscinas públicas, e os idosos e crianças são os que mais “engordam” esses números.

Mais números:

  • Desastre de avião: 1 em 11 milhões (ufa!);
  • Acidente de trabalho: 1 em 43,5 mil;
  • Acidente de trânsito: 1 em 8 mil;
  • Câncer: 1 em 7;
  • Problemas cardíacos: 1 em 6.

0 comentários:

Postar um comentário

Mais lidas Todo blog